Uma boa depiladora deve conhecer muito bem, além de técnicas e produtos, as fases de crescimento dos pelos. Isso porque, junto ao tipo de pele e pelo da clie de crescimento do pelo vai determinar o melhor produto e técnica a serem utilizados. Isso faz toda a diferença no resultado do trabalho.

As fases de crescimento dos pelos são: Anagena, Catagena e Telogena.

Anagena — é a fase de crescimento ativa. Aproximadamente 90% dos pelos estão nessa fase. É quando as células germinativas se multiplicam e produzem o te período demora de dois a oito anos num adulto.

Catagena — é uma fase de regressão, quando a atividade da célula matriz é interrompida. O pelo cresce e se estabiliza, sem crescimento no mesmo local. Isso desprende da papila e o bulbo se queratiniza. Apenas 1% dos pelos encontram-se nessa fase.

Telogena — é uma fase de queda. O bulbo cresce até a superfície, mas cai, pressionado por outro pelo que começa a crescer, em fase anágena. Essa fase durê de três a quatro meses. Aproximadamente 14% dos pelos estão nessa fase.

Geralmente, a depilação com cera tradicional não obtém bons resultados na fase anágena. Além de provocar muito mais dor, só os pelos mais velhos, já conder são removidos. Isso porque, nesta fase, os pelos ainda são muito pequenos e a cera não os alcançam.

Por isso é importante que a profissional conheça bem cada fase. Assim, ela consegue identificar os casos e oferecer alternativas para os clientes. A Pasta de As PANDHY’S TM por exemplo, é uma excelente solução para os que não desejam aguardar o crescimento completo dos pelos. A pasta é produzida com a mesma encontrada no corpo, em tamanho molecular reduzido que penetra na pele, sendo, assim, muito mais efetiva.

Conheça o método de depilação inovador da Pandhy’s TM